INTERCÂMBIO CULTURAL





HIGH SCHOOL

O Intercâmbio Cultural é a melhor experiência na vida de um adolescente. O intercambista freqüentará uma escola pública nos Estados Unidos, cursando parte do Ensino Médio. Estudando em uma escola pública americana e morando com uma família típica do país, o jovem poderá adquirir conhecimentos, maturidade, aprender sobre o estilo de vida americano, e principalmente, aprender o idioma fluente. Atualmente, o Intercâmbio Cultural no currículo profissional é uma enorme vantagem no mercado de trabalho desde jovens no ensino básico até experientes executivos, existindo cursos e programas específicos para cada um deles.
O objetivo do programa é o amadurecimento do intercambista, mostrando uma nova cultura, hábitos e melhorando seu desempenho no inglês. A partir do inglês fluente, o intercambista estará apto a obter emprego em qualquer lugar do mundo.

PRÉ-REQUISITOS

Idade entre 15 e 18 anos.
Boas notas na escola (Brasil) nos últimos 3 anos.
Falar inglês acima do nível básico até a data do embarque.
Espírito para desafios e maturidade para suportar os obstáculos.
Família preparada para apoiar e ajudar o intercambista na conquista dos seus objetivos, enquanto o mesmo estiver no exterior. Toda a família tem que estar de acordo com esta experiência e não criar obstáculos para o intercambista e para o programa.

INTERCAMBISTAS DE OUTROS ESTADOS...
A LAGETUR aceita intercambistas de qualquer cidade do Brasil. No embarque, todos se encontrarão no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo.

CIDADES ONDE O INTERCAMBISTA LAGETUR PODERÁ MORAR
O intercambista poderá morar em qualquer cidade no território americano, não tendo distinção a respeito de localização, poder econômico, características sociais e étnicas. O programa se compromete a colocar o intercambista em uma cidade dentro do território americano, indiferente das características acima citadas. Normalmente, as casas localizam-se em cidades onde existe um representante de área da organização. Na maioria, as cidades são de tamanho médio, e com toda a infra-estrutura. Em alguns casos, os intercambistas poderão ser encaminhados para cidades bem pequenas ou até fazendas. No caso de fazenda, é quase certo que acontecerá somente com aqueles intercambistas que tenham mencionado no dossiê, o interesse por este tipo de experiência.

É POSSÍVEL O INTERCAMBISTA ESCOLHER SUA CIDADE?
O programa não permite que o intercambista escolha estado ou cidade. Em casos especiais, poderá ser direcionado para determinada região. Isso acontece, porque a escolha de um estado ou cidade não garante que o intercambista irá adaptar-se ou ter família melhor. A partir do momento que o intercambista tem uma boa família, é um ótimo aluno e tem amigos, qualquer cidade em qualquer lugar, torna-se agradável.

 


FAMÍLIAS TÍPICAS NOS ESTADOS UNIDOS

O programa fará o possível para encontrar a melhor família para o intercambista. Normalmente, elas são de classe média. O coordenador de área visita a família que está interessada em hospedar o intercambista, faz entrevistas e aprova a mesma, desde que preencha todos os requisitos exigidos pelo programa. As famílias selecionadas são voluntárias, e não recebem nada em troca. O objetivo é ter uma experiência de vida e aprender uma nova cultura. Se durante a convivência houver incompatibilidade entre intercambista e família, o programa procurará outra residência. Como a nova família certamente terá hábitos e costumes diferentes, o intercambista deverá fazer o possível para adaptar-se aos novos pais e irmãos, bem como, ao novo estilo de vida. Para que a experiência na casa seja um sucesso, deverá lembrar que é membro da família e ajudar sempre que possível, respeitando o estilo de vida dos anfitriões. A partir do momento que o intercambista confundir a casa com um hotel, o mesmo poderá ter problemas de relacionamento. O sucesso do intercambista depende de um bom relacionamento com a família, respeitando as normas e hábitos da mesma. O intercambista deverá adaptar-se ao estilo de vida deles, e não ao contrário.

QUANDO O INTERCAMBISTA RECEBERÁ INFORMAÇÕES SOBRE A FAMÍLIA?
A data para a chegada das informações depende de uma série de fatores: data da entrega de documentos, agilidade do representante de área, tempo para encontrar famílias dentro dos padrões, etc. Geralmente, as informações sobre as famílias começam a chegar em março ou abril, mas, em alguns casos excepcionais, poderão chegar dias antes do embarque. Este não é um procedimento comum, mas eventualmente poderá acontecer.

A ESCOLA NOS ESTADOS UNIDOS

Normalmente, nos Estados Unidos, as escolas públicas tem uma estrutura física melhor que as particulares no Brasil. A maioria possui piscina, locais para praticar todos os tipos de esportes e muitas atividades extracurriculares. Se você praticar esportes com qualidade, poderá participar dos times da escola e com certeza, será a melhor forma de fazer amigos. Muitas escolas promovem excursões com grupos de jovens e o intercambista não deve perder esta oportunidade. Além disso, os laboratórios são bem equipados e avançados. Também oferece aos intercambistas, um amigo denominado (Conselour), o qual cuidará dos seus interesses até o final do ano letivo. O intercambista ficará sob a supervisão desta pessoa

QUAIS MATÉRIAS O INTERCAMBISTA DEVERÁ ESCOLHER?

No mínimo cinco (05) matérias que existam no curriculum no Brasil. Exemplo: matemática, inglês, geografia, educação física, biologia, história, etc. O Conselour o ajudará na escolha das matérias.

VALIDADE DAS NOTAS E MATÉRIAS NO RETORNO AO BRASIL

As notas obtidas nos Estados Unidos serão válidas no Brasil por determinação de uma lei Federal. Assim, o aluno jamais perderá o ano letivo.  Mas, se o aluno tirar notas muito baixas e não passar de ano, as notas não serão aceitas no Brasil.

O CRONOGRAMA ESCOLAR DE UM ALUNO DE INTERCÂMBIO

Embarcando na metade do 1º ano do ensino médio, voltará na metade do 2º ano e continuará o 2º no Brasil.
Embarcando na metade do 2º ano do ensino médio, voltará na metade do 3º ano e continuará o 3º no Brasil.
Embarcando na metade do 3º ano do ensino médio, voltará em junho do ano seguinte já formado no ensino médio. O intercambista já poderá fazer o vestibular de julho.

A REUNIÃO TÉCNICA NO BRASIL

Haverá uma reunião técnica com os intercambistas e pais para esclarecer todas as normas do programa. Os intercambistas que aceitam e agem de acordo com estas normas, dificilmente tem problemas.

VALORES

CONSULTAR.





PACOTES EXCLUSIVOS   INTERCÂMBIO   LAGETUR   CONTATO   PACOTES   PASSAGENS

PATAGÔNIA
MACHU PICCHU
  ALEMANHA
AUSTRÁLIA
CANADÁ
ESPANHA
ESTADOS UNIDOS
FRANÇA
INGLATERRA
IRLANDA
ITÁLIA
NOVA ZELÂNDIA
SUIÇA

HIGH SCHOOL
  SOBRE A LAGETUR
NOSSA EQUIPE
GALERIA DE FOTOS
  FALE CONOSCO
SOLICITE SUA VIAGEM ATENDIMENTO AGÊNCIAS DO BRASIL

  CRUZEIROS
DESTINOS NACIONAIS
DESTINOS INTERNACIONAIS
RESORTS & LUA DE MEL
  AÉREAS
RODOVIÁRIAS


DISNEY LAGETUR

MATRIZ EM LAGES (SC)
Rua Frei Rogério, 20 – Centro
88502-160 / Lages – SC
Fone: (49) 3221-5800
lagetur@lagetur.com.br
FILIAL EM FLORIANÓPOLIS (SC)
Av. Osmar Cunha, 183 / Ceisa Center – Loja 23
88015-900 / Centro / Florianópolis – SC
Fone: (48) 3224-2264
lagetur@lagetur.com
MATRIZ EM LAGES (SC)
Rua Frei Rogério 20 / Centro
88502-160 / Lages - SC
Fone: (49) 3221 5800 / Fax: (49) 3221 5810
lagetur@lagetur.com.br
 
FILIAL EM FLORIANÓPOLIS (SC)
AV. Osmar Cunha 183 / Ceisa Center - Loja 23
88015-900 / Florianópolis - SC
Fone / Fax: (48) 3224 2264
lagetur@lagetur.com